Diagnóstico hidrossedimentológico do reservatório da UHE Caçu-Go

João Batista Pereira Cabral, Flávio Wachholz, Valter Antonio Becegato, Elvis Souza Nascimento

Resumen


O presente trabalho teve por objetivo realizar uma análise espacial e temporal dos parâmetros hidrossedimentólogicos, concentração de sólidos em suspensão (CSS), transparência da água (SEC) e turbidez (TURB) no lago da usina hidrelétrica de Caçu-GO, localizada na bacia hidrográfica do rio Claro-GO. As coletas de água foram realizadas em 17 de janeiro de 2012 e 10 de julho de 2012, referente ao período seco e úmido no cerrado brasileiro. No período seco ocorre uma baixa concentração de sólidos suspenso, havendo uma homogeneização no reservatório; enquanto no período úmido, tem-se um aumento na sua concentração, proporcionando uma heterogeneidade. Contudo, há relação entre as três variáveis medidas com um gradiente horizontal no sentido rio-barragem que indicam a influência da bacia hidrográfica e a deposição do material no reservatório.

Palabras clave


Reservatório, sólidos em suspensão, índices de visibilidade

Texto completo:

PDF


Licencia Creative Commons

Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial-SinDerivar 4.0 Internacional.


GeoFocus es la revista del Grupo de Tecnologías de la Información Geográfica de la Asociación de Geógrafos Españoles. Recibe soporte institucional y técnico de RedIRIS (Red Española de I+D soportada por el Gobierno de España), de la FECYT (Fundación Española para la Ciencia y la Tecnología) y Grumets (Grupo de Investigación Métodos y Aplicaciones en Teledetección y Sistemas de Información Geográfica).